Acesso à informação
Aviso - Não há previsão de novo concurso Relatório de Desempenho Empresarial 2016 FNS em Operação Ouvidoria Operações ROF disponivel para consulta Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia Norte-Sul Ferrovia Norte-Sul

notícias

Estudantes da UNESP visitam obra da Ferrovia Norte-Sul

No último sábado, a Valec recebeu em seu canteiro de obras em Estrela D’Oeste (SP), a visita de 28 estudantes do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual Paulista (UNESP). Eles foram conhecer de perto o andamento da construção do trecho da Ferrovia Norte-Sul que se inicia em Ouro Verde (GO) e tem o interior do estado de São Paulo como destino.

A excursão saiu de Ilha Solteira, a cerca de 130 km de Estrela D’Oeste. Os universitários foram recebidos pelo engenheiro da Valec Hugo Akio Yamamura e pelo engenheiro Belkior Andrade, representante de uma das empresas contratadas para realizar a obra.

Durante uma aula preparada exclusivamente para situá-los quanto ao trabalho da Valec, foram abordados temas técnicos sobre as características do transporte ferroviário e detalhadas as etapas de construção. As explicações sobre as características dos dormentes, dos trilhos e dos cuidados referentes à manutenção da via foram ouvidas com atenção.

Pedro Cunha, estudante do primeiro semestre do curso de engenharia, nunca havia tido contato com o transporte ferroviário. “Quando eu vi que teria a oportunidade, eu acabei pesquisando algumas coisas sobre a Ferrovia Norte-Sul e quis saber como funciona”, disse. Pedro ficou surpreso com a quantidade de tecnologias que envolve uma obra desse porte. “Não é tão simples quanto eu pensava, mas é bem interessante.”

A visitação seguiu com a visão da via férrea que está sendo construída pela Valec. Eles tiveram a oportunidade de ver também o local onde se dará a conexão da Ferrovia Norte-Sul com a malha paulista, o que vai permitir o acesso ao Porto de Santos.

A visita foi a chance de responder às dúvidas dos estudantes e instigá-los a se interessar pelo transporte ferroviário, tema ainda pouco explorado nas faculdades de engenharia. Arthur Pantoja, coordenador do curso de engenharia civil, disse que se sente realizado quando uma turma se entusiasma pelo tema. “Eu tenho certeza que essa visita vai motivar ainda mais o pessoal para essa área que é extremamente carente no Brasil.”

O trecho entre Ouro Verde (GO) e Estrela D’Oeste (SP), conhecido como Extensão Sul da Ferrovia Norte-Sul, tem 682 km de extensão e apresenta 90% de avanço nas obras.


Estudantes da UNESP assistem aula sobre o transporte ferroviário.

Os universitários conheceram uma das passagens de nível (PN) da Ferrovia Norte-Sul.


Voltar