Acesso à informação
FNS em Operação Ouvidoria Operações ROF disponivel para consulta Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia Norte-Sul Ferrovia Norte-Sul

notícias

Valec participa de audiência pública no Pará

15/03/2013 - Assessoria de Comunicação

A Valec participou ontem (dia 14/03/2013) de audiência pública promovida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) com o objetivo de ouvir a população, as empresas e as autoridades dos municípios do estado do Pará que serão ou poderão vir a ser impactados pela construção de trecho da continuação da Ferrovia Norte Sul. O encontro aconteceu no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, na capital paraense.

Apesar de o traçado ainda não estar definido, a expectativa é de que 477 quilômetros do empreendimento liguem Açailândia, no Maranhão, a Vila do Conde, no Pará. De acordo com estudo preliminar, o percurso deve atravessar 11 municípios, sendo nove deles paraenses. Ao todo, cerca de 800 mil pessoas habitam a região que será cortada pela ferrovia.

Segundo explicou o Gerente de Operações da Valec, Alex Trevizan, audiências públicas como essa são importantes pois são dadas oportunidades para pessoas manifestarem suas opiniões, receios e expectativas. “Sempre existem grupos que querem repelir as obras de sua região por medo dos impactos que podem causar. Mas há também aqueles que buscam atrair o traçado para determinada área, a fim de potencializar o escoamento de carga. Na audiência pública de ontem, esse segundo grupo predominou”, disse.

Ainda segundo Trevizan, a ferrovia levará esperança de desenvolvimento para a região leste do Pará. Empresários já estão considerando a possibilidade de criação de um pátio intermodal na região, onde haveria capacidade de transporte de contêineres para escoamento de produtos industrializados, carnes e grãos.

“Na nossa avaliação, esse encontro foi excelente porque, pelo novo modelo, a Valec vai comprar toda a capacidade de transporte pela ferrovia e é essencial identificarmos demandas já existentes para transporte de carga”, revelou o Gerente de Operações. Ele citou ainda que esse empreendimento permitirá um escoamento da produção da região Centro-Oeste por portos no Norte e Nordeste do Brasil, geograficamente mais próximos da Europa e do Leste dos Estados Unidos.

Do encontro participaram também representantes do Ministério dos Transportes, políticos, associações de moradores e empresas, algumas de grande porte, como o Grupo Votorantim, que já manifestou interesse naquela região.


Voltar