Acesso à informação
Relatório de Desempenho Empresarial 2016 FNS em Operação Ouvidoria Operações ROF disponivel para consulta Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia Norte-Sul Ferrovia Norte-Sul

notícias

VALEC APRESENTA RELATÓRIO DE DESEMPENHO EMPRESARIAL

A VALEC apresentou, na manhã desta quinta- feira, (30) o Relatório de Desempenho Empresarial referente ao ano de 2015. O encontro contou com a participação de diretores, gerentes e empregados da empresa, que ficaram mais cientes das metas e desafios da instituição.

O relatório de Desemprenho Empresarial apresentado ressalta trabalho realizado na VALEC por meio de indicadores de desempenho da organização, da Diretoria Executiva e do Conselho de Administração.

Os resultados foram evidenciados pela Gerente do Escritório de Gestão Estratégicas e de Processos (EGEP), Maria Cecília Badauy, e servem como base para o aperfeiçoamento da Gestão Pública e a estruturação de novas ações em busca de transformar a VALEC em uma empresa reconhecida por sua excelência na construção de concessões ferroviárias.

“O relatório apresenta uma grande mudança em nossa gestão e a VALEC trabalha para que essa gestão melhore a cada dia”, destacou Maria Cecília.

O encontro contou com a presença do presidente da VALEC, Mario Rodrigues Júnior, o Secretário de Política Nacional de Transporte Herbert Drummond, o Secretário de Gestão dos Programas de Transportes, Luciano de Souza Castro, a Chefe da Secretária do Ministério dos Transportes e Presidente do Conselho Fiscal da VALEC, Ana Patrizia Gonçalves Lira e o Diretor do Departamento de Planejamento de Transportes, Elimar Bottegar Ebeling.

Por fim, o Presidente da VALEC, Mario Rodrigues Júnior agradeceu a todos os participantes e destacou a importância do trabalho em equipe. “Para apresentarmos o programa, nos dedicamos muito e vamos continuar nos dedicando cada vez mais. Gostaria de aproveitar a reunião para agradecer pessoalmente a cada um dos funcionários que compõe e equipe da VALEC. Sem vocês, nada do que produzimos poderia ser realizado”, concluiu o presidente.


Voltar