Notícias

A Ferrovia Norte-Sul (FNS) registrou recorde histórico de transbordo. No último mês de agosto, 1 milhão de toneladas de mercadorias foram transbordadas para os vagões e transportados pela ferrovia pelos terminais intermodais localizados no Tramo Norte da FNS – que vai de Palmas/TO a Açailândia/MA. Ao comparar o fluxo de carga nesse trecho ferroviário nos últimos anos, o número chama ainda mais atenção. Em 2008, por exemplo, foram transportadas 1,4 milhão de toneladas no ano.

Comparativo de Produção entre o Ano de 2008 e mês de Agosto de 2019

FNS: de 1 milhão de toneladas ao ano para 1 milhão de toneladas ao mês

Tramo Norte da FNS

Construído pela VALEC, com 720 km de extensão, o Tramo Norte da FNS encontra-se subconcedido desde 2007 à Ferrovia Norte Sul S.A., criada pela empresa Vale S.A.

Essa estrada de ferro está proporcionando uma nova logística de transporte de etanol e grãos, como milho, soja e seus subprodutos – farelo e óleo, combustíveis para a região Centro Norte do Brasil, significando, também, desenvolvimento econômico e social para a região atendida pela ferrovia.

FNS: de 1 milhão de toneladas ao ano para 1 milhão de toneladas ao mês

Hoje, a subconcessionária FNS S.A. é a responsável pela conservação, manutenção, monitoração, operação, melhoramentos e adequação desse segmento ferroviário. Com relação aos Pátios Intermodais, a VALEC tem a gestão dos terminais de Porto Franco/MA, Imperatriz/MA, Araguaina/TO, Colinas/TO e Porto Nacional/TO. Do transbordo recorde de agosto de 2019, 35% aconteceram nesses terminais da VALEC e 65% em terminais da VLI (empresa logística da Vale S.A.).

Para a gerente de terminais da VALEC, Aline Oliveira, “esse recorde é resultado do trabalho árduo tanto da operadora ferroviária quanto da VALEC em fomentar o transporte ferroviário de cargas e manter a operação dos terminais com alto nível de excelência. ”


TEXTO: Ana Caichiolo/GGCOM