Notícias

Ferrovia estruturante para o Brasil, a FICO é um projeto da VALEC, empresa pública que realiza estudos completos de novos empreendimentos ferroviários.

Da esquerda para a direita, o diretor do Departamento de Transporte Ferroviário do Ministério da Infraestrutura, Ismael Trinks, o gerente de projetos da VALEC, Marcos Aires, o superintendente de projetos, Armen Armaganijan, a gerente de custos da VALEC, Thaís Corrêa, o presidente da VALEC, Marcio de Aquino, o Secretário Nacional de Transportes Terrestres, Jamil Megid Junior, e o diretor do Departamento de Gestão e Projetos Especiais do Ministério da Infraestrutura, Marcello da Costa.

Atendendo a sua função social e demonstrando mais uma vez a sua alta capacidade técnica, a VALEC, único ente governamental responsável pelo planejamento, elaboração de projeto, fiscalização e construção de ferrovias de grande porte, entregou, nesta terça-feira (12) ao Ministério da Infraestrutura, o Projeto Básico e o Orçamento referencial para futura construção da FICO (Ferrovia de Integração Centro-Oeste), trecho Água-Boa/MT e Mara Rosa/GO. Nesse trecho, a ferrovia percorrerá 382,97 km com o objetivo de escoar a produção agrícola do Mato Grosso para os portos, melhorando a logística do país, a partir da conexão com a ferrovia Norte Sul, já executada pela VALEC.

O presidente da VALEC, Marcio de Aquino, o superintendente de projetos, Armen Armaganijan, e os gerentes de projetos e de custos, Marcos Aires e Thaís Corrêa, foram recebidos pelo Secretário Nacional de Transportes Terrestres, Jamil Magid Junior. Na ocasião, foram entregues 12 cadernos subdivididos em 5 volumes. O projeto compreende estudos, desenhos, obra de arte especiais, plano de logística preliminar e orçamento.

A FICO é um projeto da VALEC desde 2010, quando foi finalizado o Projeto Básico do primeiro segmento de Campinorte/GO a Água Boa/MT. Dois anos depois, foi concluído outro trecho adjacente, de Água Boa/MT a Lucas do Rio Verde/MT. Recentemente, o projeto passou por revisão pelos técnicos da VALEC, o que resultou em atualização e otimização do traçado e da ligação da FICO com a Ferrovia Norte-Sul. Em vez de Campinorte/GO, a linha passou a ter como destino o município de Mara Rosa/GO, de forma a apresentar ganhos operacionais sem aumento de custo de implantação, quando comparado ao projeto de 2010.

O próximo passo é a elaboração de um Projeto Executivo, que detalha ainda mais o processo de construção, de acordo com modelo a ser definido pelo Governo Federal.

Equipe da Superintendência de Projetos da VALEC.


(texto: Flavio Correa/ASCOM e SUPRO)