Notícias

A VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S.A lançou nesta quarta-feira (28 de novembro), em Anápolis-GO, o maior projeto de Plantio Compensatório já realizado na América do Sul. Serão plantadas mais de 4 milhões de mudas em toda a extensão da Ferrovia Norte-Sul (tramo central e extensão sul) para recuperação do bioma Cerrado.

O projeto foi pactuado com o IBAMA e integra ações de compensação pelos impactos ambientais das obras da FNS. Prevê a recuperação de 1.467 hectares, com a construção de cinco grandes viveiros para plantio e replantio adequado das mudas, nos municípios de Goiânia (GO), Gurupi (TO), Porangatu (GO), Rio Verde (GO) e Fernandópolis (SP).

Presente na cerimônia, o presidente da VALEC, Handerson Cabral Ribeiro, destacou o entendimento da Empresa em relação ao cuidado com o meio ambiente. “A VALEC sempre prezou pelas questões ambientais e esteve atenta a isso em todos os seus empreendimentos. Nós entendemos que é fundamental que o desenvolvimento e a preservação caminhem juntos”, disse.

Ferrovia Norte-Sul recebe maior Plantio Compensatório da América do Sul

Em virtude do lançamento, foram disponibilizadas 600 mudas da espécie chichá para a Prefeitura de Anápolis, como parte do plantio paisagístico que será realizado no município. Márcio Aquino, diretor de planejamento da VALEC, ressaltou a importância da parceria com a Prefeitura, representada na cerimônia pelo vice-prefeito do município, Márcio Cândido.

Segundo Aquino, o trabalho realizado com a equipe de Anápolis colaborou para que o projeto tivesse importantes resultados ainda em 2018. Isso porque, até o fim deste ano, serão realizados os plantios de 87.500 mudas em 35 hectares do antigo Parque da Cidade de Anápolis, que agora passará a se chamar Memorial Vivo do Cerrado. O local receberá, a partir do próximo ano, um projeto paisagístico com árvores frutíferas e trilhas nas áreas reflorestadas. O diretor de planejamento também destacou que o trabalho em toda a extensão da Norte-Sul terá duração de cinco anos, pois além do plantio o projeto contará também com etapas de monitoramento e preservação.

Ferrovia Norte-Sul recebe maior Plantio Compensatório da América do Sul

Paula Tagliari, superintendente de meio ambiente da VALEC, parabenizou sua equipe e ressaltou a importância do apoio da Diretoria para a concepção deste grande projeto. Ela explicou que o plantio terá grande impacto na preservação do Cerrado, na diminuição de poluentes e na proteção da fauna, além de proporcionar maior convivência da população com a diversidade do bioma.

No encerramento do evento, foram plantadas 15 mudas de Pequi, que formarão a Alameda dos Pequis, na entrada do Parque.

Ferrovia Norte-Sul recebe maior Plantio Compensatório da América do Sul

Também participaram da cerimônia os diretores da VALEC Leyvan Leite Candido (Administração e Finanças) e Luiz Carlos Tanezini (Engenharia), oo representante do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Ismael Trinks, e do Governo de Goiás, Pedro Arraes Pereira - presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária- EMATER, o Secretário do Meio Ambiente, Habitação e Planejamento Urbano de Anápolis, Wederson Cristiano da Silva Lopes, o diretor de Limpeza Urbana, Parques e Jardins de Anápolis, Antônio El Zayek e outras autoridades da região que prestigiaram o evento.

Ferrovia Norte-Sul recebe maior Plantio Compensatório da América do Sul

(texto: ASCOM)