Acesso à informação
Relatório de Desempenho Empresarial 2016 FNS em Operação Ouvidoria Operações ROF disponivel para consulta Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia de Integração Oeste – Leste Ferrovia Norte-Sul Ferrovia Norte-Sul

Operações

A Operação na Ferrovia Norte Sul

O Tramo Norte da EF-151 - Ferrovia Norte Sul compreende o ramal ferroviário de 720 km entre Açailândia/MA e Porto Nacional/TO. Em 20 de dezembro de 2007, foi assinado o Contrato Regulador Nº 033/07 de subconcessão entre a VALEC e a Companhia Vale do Rio Doce S.A. – CVRD, atualmente Vale S/A, que objetiva a transferência da operação do transporte ferroviário da Ferrovia Norte-Sul neste trecho, nos termos do Edital de Licitação nº 001/2006.

O Tramo Central da Ferrovia Norte Sul está situado entre os municípios de Porto Nacional/TO e Anápolis/GO com extensão de 855 km. Este trecho da ferrovia que passa por 14 municípios do Estado de Tocantins e 19 do Estado de Goiás, encontra-se plenamente operacional e disponível para o transporte ferroviário comercial de cargas.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres, por meio das Resoluções Nº 4.363, de 23 de Julho de 2014 e Nº 4.596, de 11 de Fevereiro de 2015 autorizaram a abertura ao tráfego público ferroviário de cargas neste trecho e o IBAMA expediu a Licença de Operação Nº 1.240/2014 em 08 de Maio de 2014.

Os 682 km da Extensão Sul da Ferrovia Norte Sul ficam entre os municípios de Ouro Verde de Goiás/GO e Estrela D’Oeste/SP. Seu traçado passa por 16 municípios do Estado de Goiás, 03 de Minas Gerais e 03 de São Paulo. Com a finalização das obras desta fase, prevista para 2017, e a consequente disponibilização para exploração do tráfego ferroviário comercial de cargas, este trecho também deverá ser incorporado à Diretoria de Operações para a operacionalização da ferrovia e de seus pátios intermodais.

A Ferrovia Norte Sul neste trecho possui 19 pátios de cruzamento. A via é projetada para suportar uma capacidade de 32,5 toneladas/eixo em bitola larga (1,60m) com trilhos perfil TR-57, dormentes monobloco de concreto e fixação elástica.


Conexões da FNS com ferrovias existentes e ferrovias projetadas:

1- Conexão da FNS com a Estrada de Ferro Carajás, em Açailândia, para acesso ao Porto de Itaqui e conexão futura com o trecho Açailândia/MA a Barcarena/MA;

2- Conexão com a ALL Malha Paulista em Estrela D’Oeste, possibilitando acesso ao Porto de Santos;

3- Conexão da FNS com o tramo norte (subconcedido à FNS S.A.) em Porto Nacional/TO;

4- Conexão futura com a FIOL até o Porto de Ilheus/BA;

5- Conexão futura com a FICO, em Campinorte/MT, sentido Porto Velho/RO;

6 – Conexão futura com a Transnordestina S/A, em Aguianópolis/TO;



Voltar

Voltar para a página inicial